Artigo Anderson Martin – O desafio de renovar a propaganda

A implantação da Lei Cidade Limpa, no município de São Paulo, em 2007, gerou polêmica e foi alvo de manifestações contra e a favor. No entanto, o que parecia ser um impacto negativo para a propaganda, passou a ser um desafio para as agências, pois o que víamos era um acúmulo de placas e uma disputa pelos melhores espaços, porém sem pensar no objetivo principal – a mensagem que ela deveria transmitir. Ou seja, a propaganda perdia seu efeito.

Com a proibição veio a oportunidade de renovar, o que intensificou o uso da mídia online e a importância da Internet neste processo. Hoje, ao criar uma campanha publicitária, peças como banners, email-marketing e ações focadas em redes sociais como Twitter, Orkut e Facebook já se posicionam como garantia de retorno, desde que feitas com planejamento e, principalmente, por quem sabe fazer.

No entanto, o “saber fazer” é algo que precisamos ter sempre muito cuidado. Desenvolver um site é muito mais que uma página bonita, é ter nas mãos uma ferramenta de comunicação diferenciada. E digo isto, pois por ela é possível vender, estreitar relacionamento e ainda passar informação. E se pararmos para pensar, nenhum outro veículo consegue atingir tantos públicos ao mesmo tempo. Diante dos fatos eu pergunto: você faria uma cirurgia do coração com um dentista? Contrataria um alfaiate para construir a sua casa? Pois bem, a mesma preocupação você deve ter com a imagem da sua empresa, pois investir em marketing e propaganda é estratégia de negócio.

Anderson Martin é diretor da AgênciaM – Uma empresa Multisoluções em propaganda e marketing – www.agenciam.com.br

Fontes: Difundir ou Jovemcracia.

Recent Posts